#VAMOSFLORIR 50%
 

Orquídea phalaenopsis cascata branca haste dupla (06)

R$781,25 R$390,62

Caixa com 6 vasos com 2 haste de orquídeas cascatas brancas

Elegantes e encantadoras com cores e espécies variadas, as orquídeas são as flores mais requisitadas em nossa loja, são um excelente presente e valorizam qualquer ambiente!

REF: 100131 Categoria:
 

Descrição

MEDIDAS APROXIMADAS: 80h x 15d

NOME CIENTÍFICO: Phalaenopolis x Hybridus

NOME POPULAR: Phalaenopsis

PORTE: A phalaenopsis é uma planta de médio porte podendo variar sua altura dependendo da idade e formação da planta. Suas hastes costumam atingir cerca de 40 cm de altura

ILUMINAÇÃO: As orquídeas gostam de locais bem iluminados e bem ventilados. De preferência onde a planta possa receber o Sol da manhã entre 7h e 9 horas. Quando a planta está sem flores, é preferível deixa-la na área ou jardim em um lugar bem protegido do Sol forte do meio-dia. O local ideal é sob a copa de uma árvore.

REGA: A rega deve ser feita a cada 15 dias quando o vaso estiver bem leve. Coloca-la na chuva é um processo de rega natural e adequado para as orquídeas. Mas você pode utilizar água mineral ou fervida e resfriada, evite sempre que possível usar água com cloro. Quando regar deixe que a água saia pelos orifícios do vaso e depois retire o excesso de água do pratinho. Isso é importante para que as raízes não fiquem danificadas ou até mesmo venham a apodrecer por causa do excesso de umidade. Além de favorecer o aparecimento de fungos e bactérias, pode se tornar um criatório de larvas para o mosquito da Dengue.

SUBSTRATO: O substrato deve ser grosso, facilitando a drenagem. Com o tempo a terra vai se decompondo e ficar fina, e as raízes não terão como se desenvolver no interior do vaso, fazendo com que a planta fique solta. Neste caso pode ser interessante replantá-la em um outro vaso do mesmo tamanho, por exemplo, com fibra de coco e casca de pinus ou então colocar sua orquídea sob a copa de uma árvore amarrando-a junto ao tronco usando musgo ou fibra de coco. O processo de fixação pode demorar cerca de 1 ano, até que a planta crie novas raízes.

ADUBAÇÃO: É recomendável adubar uma vez por mês, da seguinte forma: 1 colher (café) de adubo mineral dissolvida em 1 litro de água de chuva ou mineral; caso só tenha água clorada, ferva antes para eliminar o excesso de cloro e deixe esfriar bem antes de utilizar. Poderá usar também adubo orgânico, como torta de mamona, que pode ser colocado sobre o vaso 1 vez por ano (1 colher de chá de adubo por vaso). Coloque sempre a torta de mamona abaixo de uma camada de terra, para que seja absorvida mais rapidamente e evitando assim também o contato com animais domésticos.

PODA: A poda deve ser feita quando as flores murcharem. Corte a haste deixando uns 20 cm na planta. A época de florescimento é após o inverno, quando é formado o botão. É por isso que o pico do florescimento ocorre no início da primavera, quando se consegue encontrá-las em grande número no comércio.